segunda-feira, 6 de setembro de 2021

MULTA DE RESIDENCIA CANCELADO TOTAL R$ 11.580,83




Residencia foi inspecionada por equipe da CPFL Piratininga com indicações que versava sobre caixa com mais de 40 anos.
Diante destes fatos pontuais, os colaboradores ainda indicaram a ocorrência de manipulação no mancal, meramente pela inexistência de lacres.
Coube ao consumidor no ato da inspeção justificar sobre a inexistência dos lacres na caixa, que não foi aceita pelos colaboradores a lavrar o Termo de Ocorrência e Inspeção, que foi entregue no ato.
Foi apresentado dias depois, comunicação com o valor de R$ 11.580,83 de consumo que hipoteticamente deixou de ser registrado pela anomalia.
Coube ao consumidor contatar esta SOLAR CONSULTORIA, que avaliou o caso, e verificou excessos na cobrança, assim como na indicação da anomalia.
Diante disto houve a elaboração do recurso técnico para a terceirizada BUREAU VERITAS terceirizada da distribuidora, que diante das evidencias, e por ter interesse na causa, indeferiu o cancelamento.
Em recurso à Ouvidoria, houve a reiteração dos argumentos, sendo eles totalmente providos e DEFERIDO o pedido de CANCELAMENTO TOTAL do valor der R$ 11.508,83, conforme prova os documentos abaixo reproduzidos, por permissão da família do consumidor falecido. 

VALOR CANCELADO R$ 11.580,83.
 








CANCELAMENTO R$ 17.820,86 DE RESTAURANTE.

 O proprietário recebeu colaboradores da CPFL Paulista, que o informaram que o medidor estava com a programação do aparelho adulterado.

Foi recolhido e instalado outro no lugar. Até que dias depois foi apresentado comunicação e cobrança de R$ 17.820,86 de diferença de consumo não registrado, onde afirmava que o medidor eletrônico estava com a programação adulterada.

Contatado esta SOLAR CONSULTORIA, através da indicação da Associação dos Consumidores de A. e Energia Elétrica da B. Sta, que estudou o caso, e elaborou defesa com o pedido de CANCELAMENTO, que foi DEFERIDO no primeiro nível, ante a absurda acusação.

CANCELAMENTO TOTAL de R$ 17.820,86.







quarta-feira, 30 de junho de 2021

CONSUMIDOR FOI PRESO POR ACUSAÇÃO DE GATO DE LUZ PELA DISTRIBUIDORA, E TEVE A MULTA CANCELADA PELA DISTRIBUIDORA!

Em 04.03.2021, equipe da CPFL Piratininga compareceu na unidade (PADARIA EMPÓRIO COLINA), em 04.03.2021, acompanhado com a Policia Civil e Peritos do Inst. Criminalística, e inspecionaram a entrada de energia elétrica, e encontraram fio de um dos TC's (transformador de corrente) cortado, a caracterizar furto de energia elétrica. 
O responsável foi autuado em flagrante delito e preso onde ficou três dias a sair na audiência de custódia.
Dias depois, o caso foi divulgado nos jornais da região, jornais televisivos e pela rede mundial de computadores.
Dias depois, a ACAEELBAS foi procurada, e indicou esta SOLAR CONSULTORIA para auxiliar na condução da defesa administrativa sobre a cobrança que ainda estava a ser calculada.
Coube a ACAEELBAS contatar a Gerencia de Recuperação de Energia em Campinas, sobre a diferença a menor de energia que seria cobrado, pela irregularidade do rompimento do fio do TC, no que foi informada do valor de R$ 25.458,40, correspondente a 31.823 KWh calculado pela média dos maiores consumos registrados 4.840.00 KWh do período de 24.04.2018 até 17.02.2021, naquela altura, em análise.
Diante dos valores apresentados, e antes mesmo de ser eles lançados efetivamente no sistema da distribuidora, coube a informação de que o local ficou parcialmente fechado em razão de reforma, no que foi pedido consumo de água do período, o que levou à retificação dos valores antes mesmo do lançamento no sistema, a ser lançado o valor de R$ 3.959,59 de diferença dos meses de 12.2020, 01 e 02.2021.
Lançado os valores, a SOLAR CONSULTORIA elaborou a defesa com todas as considerações sobre a impossibilidade do acometimento pelo responsável da unidade, a levantar a suspeição do próprio eletricista contratado para a reforma interna, pois seria ele amigo do proprietário do prédio interessado na desocupação do imóvel, além de sua filha ser Engenheira Eletricista da distribuidora.
A par destas informações, e de outros elementos levantados, esta SOLAR Consultoria logrou êxito nas defesas elaboradas, com o CANCELAMENTO total da cobrança de diferença de consumo de energia.
A CPFL Piratininga acusou o consumidor de cometimento de furto de energia, noticiou o crime à Policia Civil, realizou com os Peritos da Policia Civil o rompimento do fio, e concorreu com a prisão do empresário que ficou preso três dias; e graças a eficiência dos trabalhos realizados na defesa pela Equipe SOLAR Consultoria, a própria CPFL Piratininga reconheceu o excesso e CANCELOU a cobrança imposta.

A CONSULTORIA SOLAR agradece a confiança.
           
          


   

 
  



 
 


terça-feira, 30 de março de 2021

CANCELAMENTO TOTAL DE MULTA EM ACADEMIA VALOR R$ 46.552,01

Em inspeção na Academia de Ginástica, técnicos ao inspecionarem a entrada de energia encontraram marcas no isolamento do condutor de entrada da energia e entenderam como anormal as marcas, e daí deram como indícios de desvio de corrente de energia, no que preencheram documentos e firmaram o uso imoderado por desvio antes da medição.
Dias depois foi entregue comunicação com a cobrança de R$ 46.552.01.
Em contato com a ACAEELBAS, o responsável firmou inexistir o uso de energia irregularmente.
Diante do dilema, coube a ACAEELBAS contatar a SOLAR CONSULTORIA, que analisou o caso e concluiu pela impossibilidade de uso de conector perfurante, e elaborou defesa com esta tese que foi protocolizado na Agencia de Atendimento, que após análise retificou o valor para R$ 5.761,59.
Apesar da grande diferença que foi retirada do valor inicial, ainda assim não atendia à realidade fática da unidade, o que deu a novo recurso à Ouvidoria da distribuidora, que após análise do mesmo CANCELOU toda cobrança.

VALOR CANCELADO: R$ 46.552,01

OBS: Os documentos são públicos e foram autorizados a publicação pelo consumidor responsável.







 

segunda-feira, 29 de março de 2021

CANCELAMENTO DA INSPEÇÃO E COBRANÇA DE R$ 15.486,40

Trata-se de um pequeno restaurante locado, e que após março de 2020 foi obrigado a paralisar o atendimento, no que passou para o filho, o ponto comercial, com novo aditivo contratual.

E por conta destes fatos houve queda no consumo, o que levou a entrada da unidade comercial ser inspecionada. E na inspeção foi firmado pelos colaboradores da terceirizada ENERGIA ATIVA, que o medidor teve manipulado as ligações, sendo ele reservado em invólucro próprio e encaminhado ao laboratório para a avaliação.

Dias depois foi encaminhado comunicação com cobrança de R$ 15.486,40 e anexadas 36 parcelas de R$ 430,17, sem que fosse solicitada pelo consumidor responsável.

A ACAEELBAS foi contatada que solicitou os préstimos da SOLAR Consultoria, que após acertado o valor do investimento do serviço, compareceu no laboratório da METROWATT em Valinhos, onde acompanhou toda a análise técnica, sem que fosse apresentado qualquer indício de manipulação.

E após a elaboração com todos os fatos esclarecidos e sustentados em pareceres técnicos, coube a distribuidora acatar o enunciado de defesa, e CANCELAR TOTALMENTE a inspeção e a cobrança.  

VALOR CANCELADO R$ 15.486,40.

Obs: Os documentos abaixo são cópias autênticas de documentos oficiais, e reproduzidos com a permissão do consumidor responsável.



    
 







  





 








 

MAIS UM CANCELAMENTO TOTAL.

Consumidor procurou a SOLAR CONSULTORIA em razão de uma cobrança por suposta irregularidade, ao valor de R$ 2.995,52 realizada em 15.10.2018.

Após acertado os detalhamentos dos investimentos foi analisado todo o caso, e verificado que a irregularidade versava de um derivação de um neutro que jamais fora utilizado, o que foi comprovado, e após longa espera foi a justificativa apresentada pela SOLAR Consultoria aceita com a cobrança cancelada.

Os documentos abaixo foram publicados com a permissão do responsável pela unidade.

A Equipe SOLAR Consultoria e a ACAEELBAS agradecem o consumidor pela confiança. 



       
   

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

CANCELAMENTO DE COBRANÇA POR PROCESSO DE FISCALIZAÇÃO NO MEDIDOR DE ENERGIA

No dia 11 de novembro de 2020, equipe da ELEKTRO compareceu na unidade e acessaram a entrada de energia e o medidor, com a informação de que seria substituído o medidor, e após substituído o mesmo encerraram sem a entrega de qualquer documentação à acompanhante.

Dias depois, ao acessar o site da ELEKTRO, uma fatura no valor de R$ 2.015,43 estava a vencer, o que levou a consumidora a procurar a agencia de atendimento, onde houve a informação de que o valor era diferença de consumo que não teria sido registrado no antigo medidor encontrado com irregularidade.
Diante da acusação, a ACAEELBAS foi contatada, que por sua vez solicitou para que a SOLAR CONSULTORIA elaborasse a defesa com azo ao cancelamento.

Após o pedido e a confirmação dos serviços pela consumidora, todos os documentos foram solicitados, e analisados houve a constatação de erros de forma o que ensejava o cancelamento total.
E impetrado o recurso no nome da consumidora foi indeferido pela Gerencia Responsável, o que levou ao novo pedido à OUVIDORIA que cotejou pelo CANCELAMENTO TOTAL, conforme a cópia do e-mail abaixo.

VALOR CANCELADO R$ 2.015,43

OBS: Documentos publicados com a autorização da consumidora, que por segurança foram os dados pessoais suprimidos.





 


sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

MAIS UM CANCELAMENTO - TOTAL R$ 25.779,93.

Inspeção realizada na residencia de um Policial Militar reformado, pela terceirizada a serviço da CPFL Piratininga - BUREAU VERITAS, em que pediram acesso ao medidor para substituí-lo, sendo franqueado o acesso sem nenhuma oposição.

Feito a troca, por descuido dos inspetores, o aparelho veio a cair no chão quando do envelopamento para avaliação no laboratório, sem que esta queda fosse apontada.

Meses depois, ao procurar uma fatura na agencia, logo após o inicio do atendimento com restrição pela COVID19 foi apresentado ao consumidor parcelamento realizado unilateralmente no valor de R$ 25.779,93 em trinta e seis parcelas de R$ 716,10, no que lhe foi entregue juntamente com a comunicação da cobrança de consumo irregular.

Irresignado buscou ajuda na ACAEELBAS - Associação dos Consumidores de Água e Energia Elétrica, que por sua vez contatou esta SOLAR Consultoria, e que após aceito o valor de investimento para a prestação do serviço de consultoria, vários equívocos foram detectados, que pontuados na defesa administrativa elaborada no nome do consumidor com detalhamento dos excessos foi solicitado o CANCELAMENTO, que foi indeferido pela terceirizada.

Em novo recurso à OUVIDORIA da CPFL-Piratininga, foi reiterado todos os gravames, sendo eles acatados totalmente pelo Órgão Ouvidor que determinou o CANCELAMENTO da cobrança do valor de R$ 25.779,93.

A SOLAR Consultoria agradece o consumidor pela confiança nos serviços prestados.

VALOR CANCELADO: R$ 25.779,93

OBS: Os documentos abaixo foram permitidos suas exposições pelo consumidor, e por precaução foi os dados particulares suprimidos.








quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Cobrança por irregularidade no valor de R$ 26.968,36 revisado para R$ 966,44

Apartamento em Santos, Vila Belmiro teve a entrada de energia inspecionada pela terceirizada da CPFL Piratininga - Bureau Veritas do Brasil, que apontou a ocorrência de utilização de imã de neodímio (super imã), em que a inspeção somente foi percebida quando do desligamento da energia na troca do aparelho, o que chamou a atenção do responsável ao descer ao térreo do edifício para verificar os disjuntores de proteção, e que passou a acompanhar o final da mesma.
Meses após foi entregue comunicação com o valor de diferença a menor de consumo de energia de 36.289 KWh, no valor de R$ 27.084,61, do período de 04.2017 até 02.2020, calculado pela base da média dos três maiores valores antes do inicio da anomalia.

Sem alternativa, e destituído de qualquer conhecimento na área técnico-legal, o consumidor contatou a ACAEELBAS que, juntamente com esta  SOLAR CONSULTORIA após os investimentos de praxe combinados estudaram o caso, e verificaram a ocorrência de excesso na cobrança o que ensejou a elaboração de recurso no nome do consumidor sendo acatado no terceiro nível recursal, com a determinação do SERVIÇO DE MEDIAÇÃO ADMINISTRATIVA - SMA/ANEEL para que fosse o valor revisado pela carga levantada no ato da inspeção, estendido até seis meses o que ensejou no consumo de 924 KWh contra os 36.289 KWh cobrados, no valor final de R$ 966,44 contra os R$ 27.084,61.

VALOR TOTAL EXCLUÍDO: R$ 26.114,61     

A SOLAR CONSULTORIA agradece a confiança.

OBS: Documentos abaixo publicados foram por autorização do consumidor. 





CANCELAMENTO DE COBRANÇA POR IRREGULARIDADE EM RESIDENCIA.

Trata-se de uma residencia ocupada por um casal de idosos na cidade de São Vicente/SP, que no dia 07.02.2020 houve uma inspeção na entrada da energia elétrica e no medidor de energia que fica em caixa de proteção do lado externo da residencia, sem a presença da responsável.

Meses depois houve a entrega de fatura com o valor da diferença, o que levou a reclamação  pelo kall center, dado ao regime de atendimento imposto pela quarentena da COVID19, no que houve a informação de que o valor cobrado de R$ 2.269,84 era de diferença de consumo que não teria sido cobrado por conta da irregularidade encontrada.

Sem o conhecimento da consumidora à causa técnica, esta procurou a ACAEELBAS que juntamente com a SOLAR CONSULTORIA elaboraram a defesa em nome da consumidora questionando vários erros de forma acontecidos, com o pedido de CANCELAMENTO.

E que diante do flagrante erro cometido no cotejo da inspeção, outro não foi o resultado, salvo o DEFERIMENTO TOTAL com o cancelamentos cobrança conforme a comunicação abaixo reproduzida.

A SOLAR Consultoria agradece a confiança.

VALOR CANCELADO R$ 2.269,84.

 

FARMÁCIA ACUSADA POR IRREGULARIDADE - VALOR RETIFICADO APÓS DEFESA TÉCNICA ADMINISTRATIVA

Cliente de Aracaju/SE,   que explora comercio de farmácia em loja locada teve a entrada inspecionada, sendo encontrado derivação de dois condutores diretos por fora da medição. Houve o levantamento da carga interna com o acompanhamento da responsável pela unidade consumidora. Não houve substituição do medidor.

Houve apresentação de cobrança de diferença de consumo a menor de 25.139 KWh no valor de R$ 20.127,65 calculado pela média dos maiores consumos registrados antes do inicio da irregularidade.

A responsável em busca na internet encontrou o blogue da SOLAR CONSULTORIA no que nos contatou e firmou pequeno investimento na busca de uma solução ante ao valor cobrado pela   ENERGISA.

Feito as defesas no nome da consumidora, e cumprido as orientações foram elas protocolizadas dentro do prazo, no que foi indeferido o primeiro recurso apresentado à Agencia de Atendimento, que demandou em novo recurso à ouvidoria da distribuidora que não respondeu ao recurso, agravada ainda pela dificuldade de contato, no que foi necessário recorrer-se à Ouvidoria da ANEEL que de pronto cobrou da distribuidora posicionamento a respeito dos fatos, sendo acatado o pedido elaborado pela SOLAR CONSULTORIA pela consumidora, com a revisão dos valores de R$ 20.127,65 para R$ 2.817,62 correspondente a 3.295 KWk dos 25.137 KWh pretendidos pela ENERGISA, totalizando redução de R$ 17.310,03.

A SOLAR CONSULTORIA agradece pela confiança depositada.

Os documentos foram publicados por autorização da consumidora.