quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Acusação por IRREGULARIDADE no MEDIDOR DE ENERGIA - RETIFICAÇÃO PARA DEFEITO.

O caso em testilha dista de inspeção no medidor de energia elétrica, sem acompanhamento do consumidor, e com resultado pelos inspetores de que o medidor encontrava-se violado e com variações no seu interior de modo a implicar no registro do consumo.

O valor cobrado foi de R$ 2.139,07, inclusive com aporte de 30% pelo custo administrativo.

O consumidor é sócio da ACAEELBAS que teve sua defesa elaborada pela SOLAR e graças ao eficiente recurso técnico, resultou deferida a propositura, tendo em vista a existencia de DEFEITO, em detrimento à IRREGULARIDADE acusada pela empresa concessionária.

E daí a diferença do valor cobrado bem menor se comparado com o valor apresentado, mesmo diante do LAUDO apresentado de lavra da METROWATT, que é laboratório independente, mas válido pelo IMETRO.

OBS: OS DOCUMENTOS REPRODUZIDOS, MESMO A NÃO SER SIGILOSOS POR FORÇA DA DELIBERAÇÃO nº 233-ARSESP, ESTA CONSULTORIA MANTEM ANÔNIMO O CONSUMIDOR BEM COMO, QUEM PROFERIU O ENTENDIMENTO. OS DOCUMENTOS REPRODUZIDOS FORAM AUTORIZADOS PELO CONSUMIDOR E A ACAEELBAS, ONDE OS ORIGINAIS ENCONTRAM-SE PRESERVADOS.





Posted by Picasa