sexta-feira, 24 de outubro de 2014

UNIDADE CONSUMIDORA ACUSADA DE IRREGULARIDADE, CANCELADO APÓS DEFESA TÉCNICA.

Comercio acusado de irregularidade no medidor de energia elétrica foi multado em R$ 64.331,96, com suspeita de adulteração na bobina do medidor. Houve apresentação de defesas, mas indeferidas. Após nova manifestação à Diretoria da ARSESP, entenderam por acatar os argumentos apresentados, CANCELANDO o valor majorado pelo aumento de 20, 98%, de 23/10/2014, de R$ 77.841,67.
A equipe SOLAR CONSULTORIA e ACAEELBAS parabenizam a proprietária por ter depositado confiança na equipe, e que corresponderam com o resultado promissor.
Os documentos abaixo reproduzidos foram permitidos pela consumidora.